20160509_160050_resized_2
image-1371
Reunidos em assembleia geral nesta segunda-feira (9), os metroviários decidiram, por unanimidade, levar o índice de reajuste salarial para o Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

A decisão foi tomada após a Trensurb insistir num percentual rebaixado. A empresa fechou as negociações com uma proposta de apenas 5,5% de reajuste enquanto a inflação do período, medida pelo IPCA, foi de 9,28%.

Durante as reuniões de negociação, o Sindicato insistiu no IPCA como parâmetro de recomposição salarial, entendendo que a inflação é o mínimo que a categoria pode aceitar, mas a empresa não aceitou elevar a sua proposta.

Além do índice de reajuste, o Sindimetrô/RS irá levar para o Tribunal a proposta de renovação do Acordo de Escalas e das Cláusulas Sociais por dois anos e a inclusão da 13ª cesta básica. A empresa fechou a sua proposta de renovação em apenas um ano e não acena com mais uma cesta básica.

Reivindicada pelo Sindicato, a igualdade do valor da cesta básica com a paga pela CBTU, hoje de R$ 225,75, foi aceita. A esse valor será acrescentado o índice de reajuste arbitrado pelo Tribunal.

A categoria volta a se reunir em assembleia geral na próxima sexta-feira (13), às 15h30min, na sede do sindicato.