Ferroviários franceses entram em greve contra a reforma trabalhista do governo Macron | SindimetrôRS
4 abril 2018
4 abril 2018,
 0

Os ferroviários franceses começaram na terça-feira, 03, uma greve contra a reforma trabalhista do governo Emmanuel Macron. Estão programadas 36 paralisações até o final de junho, uma de 48 horas a cada cinco dias.

De acordo com os ferroviários, a reforma prevê mudanças nas funções da categoria e retira direitos, além de abrir caminho para a privatização da SNCF (Société Nationale des Chemins de fer Français), companhia ferroviária estatal francesa.

Outros setores da economia francesa também estão realizando greves por melhores salários e por melhores condições de trabalho. É o caso da aviação e da energia. Universidades também paralisaram as atividades.

Em permanente luta contra a retirada de direitos pelo governo Temer e governos estaduais e municipais, a Fenametro e o Sindimetrô/RS apoiam e expressam solidariedade aos colegas ferroviários franceses.

image-2318

image-2319

Categoria: Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.