IMG-20150622-WA0007
image-1039

Cumprindo deliberação de assembleia geral, os metroviários estão distribuindo ao longo desta semana uma carta aberta aos usuários do trem metropolitano. Na manhã desta segunda-feira (22), cartas foram entregues aos passageiros na estação Sapucaia. Até o dia 1 de julho será realizada a distribuição da carta aberta em muitas outras estações.
Cumprindo a chamada Operação Padrão, o serviço de bilhetagem da estação Sapucaia, seguindo a orientação da Empresa, preencheu um cartão por vez, o que ocasionou uma longa fila. Esse tipo de ação mostra a falta de efetivo junto às estações e a ineficácia do sistema SIM cartão unitário, que gera longas filas e transtornos. Mesmo com a demora no atendimento, os usuários foram receptivos à iniciativa do Sindimetrô/RS.

Orientados pela Trensurb, os funcionários das bilheterias não podem colocar créditos em vários cartões, pois em caso de roubo, o prejuízo é debitado na conta do trabalhador. A empresa não arca com o prejuízo. Entretanto, o cumprimento do padrão gera desconforto ao usuário e aos funcionários, que são constantemente agredidos verbalmente por uma situação provocada pela Trensurb, que não disponibiliza trabalhadores em quantidade suficiente para atender a demanda.

A carta distribuída pelo sindicato chama a atenção para a carência de pessoal, além de se contrapor a terceirização nas diferentes áreas da empresa. Alerta, também, para a possibilidade de greve caso a empresa não apresente uma proposta financeira para a categoria, que está em campanha salarial. As reivindicações dos metroviários foram entregues em março.

IMG-20150622-WA0008
image-1040