DSC01144
image-1315

Reunidos em Assembleia Geral, na tarde desta segunda-feira (14), os metroviários do Rio Grande do Sul aprovaram a manutenção do Estado de Greve decidido em assembleia realizada no dia 1º deste mês.

Os metroviários também decidiram pela realização de atividades de protesto para denunciar aos usuários do sistema a falta de funcionários e para exigir da Trensurb a contratação de pessoal para a segurança e às estações.

A categoria está trabalhando com medo. Desde o começo do ano foram registrados nove assaltos nas bilheterias, praticamente um por semana. Arrastões e ações de bondes também assustam os funcionários.

O Sindimetrô/RS exige a contratação de seguranças aprovados no último concurso realizado e que nenhum funcionário fique sozinho nas estações. Outras medidas, como a colocação de grades nas portas de acesso às estações, são cotidianamente cobradas pelo sindicato.