image-3433

O Sindimetrô/RS esteve no Ministério Público Federal (MPF) de Novo Hamburgo para denunciar a privatização da Trensurb.

Na reunião, ocorrida na tarde desta segunda-feira (02), o sindicato denunciou as ilegalidades e inconstitucionalidades do processo de desestatização da empresa sem a autorização do Poder Legislativo e sem observar as regras previstas na Lei 8693/93, que autoriza a União Federal a repassar as ações da empresa para o Estado do Rio Grande do Sul e o Município de Porto Alegre.

No encontro, definiu-se pelo estudo de ingresso de ação jurídica por parte do MPF, através do Procurador Celso Tres, questionando o modelo de privatização aplicado pelo Governo Federal.