A direção do Sindimetrô/RS e a assessoria jurídica Britto & Lemmertz se reuniram na noite de terça-feira, 16, com colegas metroviários da manutenção noturna. O encontro serviu para tirar dúvidas sobre a reforma da Previdência, mostrando o quanto ela será prejudicial aos trabalhadores e às trabalhadoras em caso de aprovação pelo Congresso Nacional.

“A única forma de barrarmos essa reforma, que é extremamente nefasta, é com o povo na rua”, destacou o presidente do sindicato Luis Henrique Chagas.

O encontro também abriu espaço para que a diretoria do Sindimetrô/RS prestasse esclarecimentos em relação ao Acordo Coletivo 19/20 e ao debate sobre o desejo do governo Bolsonaro de privatizar empresas públicas de transportes, entre elas, a Trensurb.

Chagas aproveitou para conclamar os colegas para a Assembleia Geral da Campanha Salarial, que será realizada no próximo dia 24, às 12h30min, no pátio da empresa. “Nos últimos anos, a preservação de direitos foram garantidos com muita pressão. Portanto, é necessário que essa mobilização se repita agora em 2019”, concluiu o presidente.

image-2899

image-2900