O Sindimetrô/RS lançou no final da tarde da sexta-feira 9, na estação Mercado do trem metropolitano, em Porto Alegre, uma campanha contra a privatização da Trensurb. Com palavras de ordem, os manifestantes denunciaram a intenção do governo federal de entregar a empresa para a iniciativa privada. A atividade de lançamento da campanha contou com o apoio de outras entidades sindicais, do movimento estudantil e da CSP-Conlutas.

Com o slogan “Cuidado! Você pode perder o trem – Contra a privatização e o sucateamento do trem”, a campanha, visa dialogar com os usuários sobre os prejuízos causados com a privatização da empresa. Entre as consequências  imediatas encontra-se o aumento no valor da passagem, hoje de R$ 1,70. Em cidades onde a iniciativa privada assumiu o controle dos trens, caso do Rio de Janeiro, a tarifa passou para R$ 3,70.

Além do aumento no valor da passagem, a empresa privada que assumir o controle da Trensurb, em nome do lucro, fará a qualidade do serviço piorar. Os trens serão sucateados e passarão a circular cada vez  mais lotados, como ocorre nas cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro. Portanto, por um metrô público, de qualidade e com tarifa adequada ao orçamento da população usuária, diga não à privatização!

A campanha terá continuidade nos próximos dias, com ações voltadas a dialogar com os usuários e com a categoria. Para isso, novas peças publicitárias serão produzidas, sempre visando mostrar os prejuízos provocados pela privatização. Negada pela direção da Trensurb, a intenção do governo federal  de entregar aos empresários os metrôs de Porto Alegre e de Belo Horizonte foi tornada pública pelo atual ministro das Cidades Gilberto Kassab.

 

lancamento_campanha_contra_privatizacao_091015_01 (1)
image-1169

lancamento_campanha_contra_privatizacao_091015_03
image-1170

lancamento_campanha_contra_privatizacao_091015_04
image-1171

lancamento_campanha_contra_privatizacao_091015_06
image-1172

lancamento_campanha_contra_privatizacao_091015_14
image-1173

Fotos: Samuel Maciel