Equipe de Bolsonaro prepara Reforma da Previdência e propostas significam destruição da aposentadoria

image-2676

Essa semana, o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) e sua equipe darão início oficialmente à transição junto ao governo de Michel Temer (MDB). Na agenda, mais do que as reuniões com Temer, os presidentes da Câmara, do Senado e do STF (Supremo Tribunal Federal), a principal pauta é a Reforma da Previdência. O atual e o novo governo querem que a reforma seja a primeira medida a ser concretizada o quanto antes.

As propostas em estudo pela equipe de Bolsonaro são alarmantes. Apesar de praticamente ter “escondido” o tema durante a campanha, as declarações de Bolsonaro, seu vice e assessores apontam para uma reforma na Previdência ainda mais ofensiva e prejudicial aos trabalhadores e aposentados brasileiros.

Segundo informações divulgadas pela imprensa, com entrevistas e afirmações de Bolsonaro, o general Mourão e Paulo Guedes, o futuro ministro da Economia, estuda-se não só tentar aproveitar a reforma da Previdência apresentada por Temer em 2017, que já era uma tragédia, como fazer outra ainda no próximo ano para mudar o regime da Previdência Social no país.

Saiba quais são as propostas em debate: https://bit.ly/2RvrD2Y

Metroviários do RS participam de protesto contra a reforma da previdência

Trabalhadores e trabalhadoras de diversas categorias protestaram na manhã desta segunda-feira, 19, no centro de Porto Alegre. Metroviários ligados ao Sindimetrô/RS participaram do ato desta manhã.

O dia de lutas contra a reforma, na capital gaúcha, começou cedo. Por volta das 7h, manifestantes se concentraram no entorno da estação rodoviária. O protesto continuou com uma caminhada pela avenida Mauá, seguida de um ato público em frente ao prédio do INSS.

Em nome da CSP-Conlutas, Érico Corrêa saudou a unidade criada em torno da luta contra a reforma da previdência. Superando e preservando diferenças, as centrais sindicais estão trabalhando ombro a ombro para barrar os ataques aos trabalhadores praticados pela governo Temer.

Uma nova manifestação será realizada a partir das 17h, com concentração na Esquina Democrática.

image-2219

image-2220

image-2221

Panfletagem contra a reforma da previdência e o aumento da passagem do trem

image-2213

Integrantes da direção do Sindimetrô/RS, junto com militantes da Construção Socialista (CS), realizaram panfletagem contra a reforma da previdência e o aumento da passagem do trem metropolitano. Um leque denunciando a reforma e o aumento foi entregue aos foliões no bairro Cidade Baixa, em Porto Alegre, na tarde deste sábado, 17.
#ForaTemer

Metroviários participam do dia nacional de protestos contra a Reforma da Previdência

O dia nacional de protestos contra a Reforma da Previdência começou cedo para os metroviários do RS. Uma carta aberta apontando as mudanças que mais prejudicam os trabalhadores foi entregue a usuários do trem metropolitano nas estações Novo Hamburgo, São Leopoldo e Mercado (fotos).

Após a entrega da carta, integrantes da direção do Sindimetrô/RS e colegas da categoria se deslocaram até a estação rodoviária de Porto Alegre para uma concentração, seguida de caminhada. Se somaram a trabalhadores de outras categorias no protesto, que também foi marcado pela realização de um buzinaço organizado pelos metroviários entre as estações Mercado e Rodoviária.

image-1988

image-1989

image-1990

image-1991

image-1992