image-5246

Nesta manhã, 20 de junho, a direção do Sindimetrô RS esteve na estação São Leopoldo para dialogar com quem utiliza o trem para se deslocar para trabalhar ou estudar.

Quem chegou antes mesmo do sol raiar para iniciar o dia, teve a recepção do café e a distribuição de material informativo sobre o aumento dos itens essenciais de alimentação.

A crise que grande parte da população enfrenta para poder sobreviver tem levado muitas famílias a se endividarem para tentar se manter. Segundo dados do Fecomércio RS, o percentual de famílias em inadimplência é de 40,3% em Porto Alegre.

A inflação e a queda da renda média são alguns dos fatores que pressionam o pagamento de dívidas, e o principal é a falta de investimentos no enfrentamento a esta situação. A falta de políticas públicas que dê conta de aliviar o bolso dos(as) trabalhadores.

Próximo do fim do mandato, o governo federal faz manobras eleitoreiras. A aprovação do aumento nos auxílios tem data para acabar: dezembro. Isso não garante a subsistência de quem está passando fome. Precisamos de compromisso e uma política constante para reduzir as desigualdades sociais e garantir uma vida digna para as pessoas.

Defenda o trem público!