Em campanha salarial, os metroviários voltam a se reunir em assembleia geral na tarde desta sexta-feira, dia 19. A categoria se encontra às 16h, na sede da entidade, no bairro Humaitá, em Porto Alegre.

Até agora, apenas cláusulas sociais foram acordadas com a direção da Trensurb. A empresa ainda não se manifestou com relação às questões econômicas. O sindicato reivindica um reajuste de 23,8%, que considera a inflação do período e a recuperação de perdas acumuladas.

Hoje, os metroviários começaram a distribuir uma carta aberta à população. O material expõe as precárias condições de trabalho enfrentadas pelos funcionários e a preocupação com o futuro do trem metropolitano, que ainda consta na agenda de concessão (privatização) do governo federal.

A carta também chama à atenção da população frente à morosidade da empresa em apresentar uma proposta em relação às reivindicações econômicas da categoria, apresentadas pelo Sindimetrô/RS em março deste ano.

carta1
image-1011

carta2
image-1012