image-5200

image-5201

Nesta quinta-feira, dia 30, o Sindimetrô RS esteve na estação Mathias Velho para dialogar com usuários(as) que utilizam a Trensurb para trabalhar e estudar. A ação começou antes do sol nascer, enfrentando uma manhã fria e úmida em Canoas.

A pauta principal foi sobre os aumentos dos itens básicos da cesta básica e também da alta dos combustíveis, e como isso impacta na vida da classe trabalhadora. A diretoria entregou um material de divulgação que alertava para a responsabilidade do governo Bolsonaro na crise que o país está enfrentando.

A gasolina subiu mais de 69% de 2019 a 2022, o que é o principal motivo do aumento dos alimentos. Bolsonaro defendeu a criação de uma CPI para investigar a chefia da empresa. Bolsonaro não tomou nenhuma atitude real e isso é uma cortina de fumaça para se isentar da sua responsabilidade na política de preços da Petrobrás.

Durante a ação, a diretora sindical Valéria destacou que “quando tudo for privado, seremos privados de tudo”. O Sindimetrô RS denuncia que este é o resultado das privatizações: a entrega do nosso patrimônio público para atender a interesses privados. Bolsonaro não governa para o povo brasileiro, mas para enriquecer ainda mais os acionistas bilionários da Petrobrás.

Enquanto isso, a maior parte da população está vendo seu salário congelado cada vez mais desvalorizado. A fome e a miséria são o legado de quatro anos de governo Bolsonaro.

Bolsonaro nunca mais!

image-5202

image-5203

image-5204