Atualização em 30/08/2016:

A audiência do dia 31 de agosto foi cancelada.

Informaremos assim que houver definição de nova data.

 

Dentro da campanha contra a privatização da Trensurb, o Sindimetrô/RS promove no dia 31, na Câmara Municipal de São Leopoldo (Rua Independência, 66, Centro), uma audiência pública para discutir a ameaça feita pelo Governo Federal de entregar a empresa para a iniciativa privada. Essa audiência teve a sua data alterada, pois estava marcada para o próximo dia 22.

A privatização dos metrôs de Porto Alegre e Belo Horizonte estão na pauta do Governo Temer. Se privatizado, os passageiros do trem metropolitano verão o valor da tarifa ser elevado em três vezes. No Rio de Janeiro, onde o metrô é privatizado, a tarifa custa R$ 4,10. Valores similares são pagos em Brasília (R$ 4,00) e São Paulo (R$ 3,80). Outra ameaça é a perda na qualidade do serviço, pois a iniciativa privada visa o lucro e, para isso, pouco investe em pessoal e na manutenção de trens e vias.

Paralelo às audiências públicas, o sindicato tem usado a tribuna das câmaras de vereadores das cidades diretamente atendidas pelo trem. Duas frentes parlamentares contra a privatização já foram formadas, uma na Câmara de Vereadores de Novo Hamburgo e outra na Assembleia Legislativa do Estado.

convite_SL
image-1495